terça-feira, 3 de novembro de 2015

Barroco - Texto para 1º ano

O BARROCO NA ESPANHA

ARTISTAS
El Greco (1541-1614): Sua pintura é marcada pela verticalidade: as pessoas são representadas com formas esguias e alongadas que deixam de lado o ideal de beleza do Renascimento italiano, em que o corpo é representado com formas perfeitas.

Diego Velázquez (1599-1660): Retratos da corte espanhola. Assim como Caravaggio, trabalhou a luz em contraste com a sombra. Tornou-se famoso por retratar a corte espanhola do século XVII. Entre esses retratos está “As meninas”, uma de suas obras primas.




O BARROCO NOS PAÍSES BAIXOS

ARTISTAS
Rembrandt van Rijn (1606-1669): Dirige nossa atenção: os diversos graus de claridade, os meios tons, as penumbras que envolvem áreas de luminosidade mais intensa, sobretudo a precisão dos efeitos da luz.

Johannes Vermeer (1632-1675): A delicadeza da vida comum. Seus quadros documentam com delicada beleza os momentos simples da vida cotidiana da Holanda seiscentista.


O BARROCO NO BRASIL

O Barroco brasileiro desenvolveu-se do século XVIII ao início do século XIX, época em que na Europa esse estilo já havia sido abandonado.
UM SÓ BRASIL, “VÁRIOS” BARROCOS

O Barroco brasileiro varia de uma região para outra. Nas regiões que enriqueceram com a mineração e o comércio de açúcar – Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco -, encontramos igrejas com talhas douradas e esculturas refinadas, feitas por artistas de renome. Já nas regiões onde não havia cana de açúcar nem o ouro – como São Paulo -, as igrejas apresentam trabalhos modestos de artistas menos experientes.

ARTISTAS BRASILEIROS

MANUEL DA COSTA ATAÍDE - Sua pintura nos forros de igrejas revela excepcional domínio da perspectiva. Mas seu talento também pode ser visto nas telas e nos painéis para as sacristias e as paredes laterais. Ataíde fez pinturas para a igreja de Santo Antônio, em Santa Bárbara, e para a igreja de Nossa Senhora do Rosário, em Mariana, além da igreja de São Francisco, em Outro Preto, Minas Gerais.


ANTÔNIO FRANCISCO LISBOA (O ALEIJADINHO) - Além de arquiteto e decorador de igrejas, Antônio Francisco Lisboa foi escultor e era conhecido como Aleijadinho. Existem inúmeras obras suas em museus e igrejas, principalmente de Ouro Preto. Mas é a cidade de Congonhas do Campo que abriga seu mais importante conjunto escultórico. Na ladeira em frente à igreja foram construídas seis capelas, três de cada lado. Em cada uma delas, um conjunto de estátuas de madeira em tamanho natural narra um passo da paixão de Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário