sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Texto para 2º ano A - Arte do Início do século XX

Abstracionismo

A principal característica da pintura abstrata é a ausência de relação imediata entre suas formas e cores e as formas e cores de um ser. Por isso, uma tela abstrata não representa nada da realidade que nos cerca, nem narra figurativamente alguma cena histórica, literária, religiosa ou mitológica. Os artistas trabalham apenas com linhas, formas e cores.
Os estudiosos de arte comumente consideram o pintor russo Wassily Kandinsky (1866-1944) o iniciador da moderna pintura abstrata, com a obra “Batalha”.
O Abstracionismo apresenta duas tendências: o Abstracionismo Informal e o Abstracionismo Geométrico.
·         No Abstracionismo Informal, predominam as formas e cores criadas livremente, sugerindo, por vezes, associações com elementos da natureza. Artista: Wassily Kandinsky.
·         No Abstracionismo Geométrico, as formas e as cores devem ser organizadas de maneira que a composição resultante seja apenas a expressão de uma concepção geométrica. Artista: Piet Mondrian (1872-1974).
Na arte abstrata o artista plástico trabalha muito com conceitos, intuições e sentimentos, provocando nas pessoas, que visualizam a obra, uma série de interpretações. Portanto, na arte abstrata, uma mesma obra de arte pode ser vista, sentida e interpretada de várias formas.

Futurismo

            Este movimento teve uma forte relação com a literatura do início do século XX. Na pintura, os futuristas exaltavam o futuro, sobretudo a velocidade, que passou a ser conhecida e admirada com a mecanização das indústrias e com a crescente complexidade social que ganharam os grandes centros urbanos. Portanto, os futuristas representavam em suas obras a sugestão de velociade. Dos artistas destacam-se Umberto Boccioni e Giacomo Balla.

Surrealismo

O Surrealismo surgiu na França na década de 1920. Este movimento foi significativamente influenciado pelas teses psicanalíticas de Sigmund Freud, que mostram a importância do inconsciente na criatividade do ser humano. Os artistas do Surrealismo representavam a realidade de maneira fantasiosa, por meio de pensamentos absurdos e ilógicos.
O marco de início do Surrealismo foi a publicação do Manifesto Surrealista, feito pelo poeta e psiquiatra francês André Breton, em 1924. Neste manifesto, foram declarados os principais princípios do movimento surrealista: ausência da lógica, adoção de uma realidade "maravilhosa" (fantasiosa), exaltação da liberdade de criação, entre outros.

Principais artistas: Salvador Dalí, Rene Magritte e Joan Miró.

Nenhum comentário:

Postar um comentário